12/07/2008

Afinal, de que tenho eu medo?

Tal como qualquer mãe quando se aproxima a hora (eu também acho que desde o inicio da gravidez) surgem os receios e o pânico do parto, acho que na hora que tiver de ir para a maternidade vou fugir a sete pés (não estou a brincar), não gosto muito de hospitais principalmente daquele em que vou ter de ter o meu bebe, (mas infelizmente não tenho outra escolha) pois infelizmente já tive lá a minha mãe internada várias x e o meu pai bem como eu própria já passei lá uns dias quando tive de ser operada, e posso dizer que os funcionários tem de tudo menos simpatia, esse é um dos meus medos de ter uma equipa médica que em x de me ajudar psicologicamente que me torture mais, acho que o facto de ter-mos alguém simpático a nosso lado já ajuda bastante (acho eu).
Outro dos meus grandes medos é da dor, tenho pânico da dor, quando me perguntam se penso em levar epidural, eu respondo logo que sim, quero ter direito a tudo que me tire as dores nem que seja anestesia geral, ainda me lembro quando delirei com as dores na minha crise da apêndice (que nada tem haver com um parto), ate subi paredes no corredor das urgências! Então quando se junta a dor aquelas horas todas de espera uiiii impaciente como sou, estar deitada numa cama 12 horas a espera é uma tortura, sei bem que tem de ser mas a verdade quando penso nisso, vem me logo a cabeça que tenho de comprar mais uma mala para por lá revistas e jornais 
E claro, o meu maior medo mesmo é que alguma coisa não esteja bem com a minha bebe, e tantos médicos não tenham sido os suficientes para notar isso em 9 meses de ecografias e exames!
Quando penso que algo pode não estar bem, todos os outros medos desaparecem por completo… Mas vamos não pensar nisso e sim curtir os últimos dias que me restam de barriguda!
Ao fim deste tempo todo descobri que sou uma medricas!

2 comentários:

filipa disse...

Olá Cristina,

Muito obrigados pelas visitinhas que tens feito ao meu Blog, acredita que serás sempre muito bem vinda!!

Pelo que leio, encontras-te a gozar os ultimos dias de gravidez e estás por isso com alguns receios .... que são perfeitamente normais!!!

Não vou dizer que um parto não custa nada ... mas a alegria de assistir ao nascimento de um filho é tão grande, que supera qualquer dor.

Pelo que oiço dizer (pois nunca quis levar) a epidural dá uma grande ajuda ... por isso não hesites em pedires que ta ministrem logo que possível!!!

Espero que tenhas um parto fantástico, com pouca dor e que tudo corra de acordo com os teus desejos.

Um grande beijinho para ti e para a tua pequenina!!!

Sofia e Pedro disse...

Aiaiai, essas hormonas!
Não te preocupes, mamã, vai correr tudo muito bem!O teu parto será maravilhoso, vais ter contigo uma equipa médica à altura e a tua filhota vai presentear-te com a melhor sensação deste mundo quando a vires pela primeira vez!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

Ana Sofia a Caminho